A Experiência da Joana em Surakarta, Indonésia

No Verão passado, a Joana aventurou-se naquela que viria a ser a experiência mais desafiante da sua vida. Partiu em direção a um outro continente e a um outro hemisfério, com o objetivo de desenvolver um projeto e marcar a diferença. Mas aquilo que viveu foi mais do que poderia prever no avião de destino à Indonésia, e o espírito e cultura daquele país fizeram com que se sentisse, não uma estrangeira, mas um membro da família que a acolheu. Ao longo das semanas que lá passou, teve oportunidade não só de desenvolver um projeto que consistia no ensino do inglês, como também de conhecer e viver a cultura local ao máximo.

“Este verão tudo fez mais sentido. E só tenho de agradecer à AIESEC por me terem inspirado a criar impacto no outro lado do mundo, porque juntos acreditamos que a educação é importante e pode mudar o rumo de muitas vidas! O meu projeto – EduACTion in Kampung Ingrris Solo – preencheu-me como ser humano e saí da Indonésia com a certeza de que eu preenchi a vida de muitas pessoas, e isso é um passo pequenino mas na direção certa para um mundo mais igual e feliz!”

m

Além da excelente relação que tinha com a sua família de acolhimento e dos laços criados entre eles, aquilo que a marcou mais foi saber que dois dos seus estudantes (que considera seus amigos), foram escolhidos para ocuparem o lugar de dois professores que tinham saído. Em termos de projeto, foi muito gratificante perceber que tinha retribuído um pouco daquilo que lhe tinha sido proporcionado e que o projeto tinha causado o impacto desejado. No fim da experiência a Joana não tinha dúvidas: “a educação é importante e pode mudar o rumo de muitas vidas.”

Quando pensa naquilo que traria para Portugal, para além do sambal, condimento baseado em malagueta, característico da cozinha Indonésia, gostaria de trazer cá uma pessoa, Ibu, que a acolheu durante a experiência e que considera como uma mãe.

ss

“Ela foi a pessoa que mais me marcou talvez, foi a minha mãe e eu queria trazer a minha mãe para conhecer a minha outra mãe.”

A Joana confessa que tem dificuldade em falar sobre a aventura que viveu. Foi a experiência mais intensa, emocionante e marcante que da sua vida, e as memórias e saudades dos locais e daqueles com quem partilhou momentos e histórias são já muitas.

share post to: