Hoje é comemorado o Dia Internacional da Mulher… mas o que é que isto significa?

Foi oficializado pelas Nações Unidas em 1975 mas a sua história remonta a uma data muito anterior… Tudo começou quando um grupo de mulheres operárias da indústria fabril em Nova Iorque decidiram reivindicar aquilo que há muito distinguia as mulheres: a desigualdade.

Desde então, todos anos neste dia é comemorado o Dia Internacional da Mulher e o dia 8 de Março pode parecer ambíguo. Se a evolução desde os tempos em Nova Iorque pode ser comemorada, há ainda um longo caminho a percorrer para atingir aquilo que todas as mulheres, em todas as partes do mundo, procuram atingir… a igualdade social.

Se hoje pode parecer que ser capaz de votar, frequentar o ensino superior ou até conduzir são dados adquiridos, o mesmo não acontecia antes.

Ainda hoje, as mulheres apenas ganham 77% comparativamente ao ganho salarial dos homens. Cerca de 62 milhões de raparigas não têm ainda acesso à educação e aproximadamente 15 milhões de raparigas menores são forçadas ao casamento.

A juntar a estes factos, que parecendo surreais são a realidade em que vivemos, 4 em cada 5 vítimas de tráfico humano são raparigas ou mulheres…e a mutilação genital afeta 200 milhões de mulheres.

Factos arrepiantes que não mudaram apenas por nos fazerem pensar duas vezes na realidade em que vivemos.

Mudam com ações, com entreajuda, com participação social mas acima de tudo com a realização de que este é um dos maiores e mais graves problemas que o mundo está a enfrentar. E que todos temos a ganhar com a igualdade de géneros.

Com o objetivo de pôr um ponto final naquele que é um problema que afeta a maior parte da população mundial, a ONU considerou a Igualdade de Géneros uma das resoluções a cumprir em 2030, criando para isso o SDG5-Gender Equality.

Contribui para a resolução deste objetivo mundial, desenvolve a igualdade entre géneros enquanto descobres o líder que há em ti integrando um dos vários projetos que a AIESEC tem ligados ao SDG5.

A hora de mudar é agora. Dá o primeiro passo para que no futuro este dia seja celebrado como a conquita da igualdade social para as mulheres e descobre mais em aiesec.org.

share post to: