O que fazer para te prepares para a tua experiência internacional?

 

Há alguma coisa que ainda te preocupa sobre ires para fora do país ter uma experiência de voluntariado, profissional, ou simplesmente fazer uma viajem? Aqui ficam algumas dicas para te ajudar nessa aventura!

1. Não ter receio de ir sozinho

Acabamos sempre por criar laços com pessoas. A tua experiência vai também trazer imensos amigos novos. Certamente que nunca irás estar sozinho(a). Seja com AIESECers de outros países, ou pessoal que conheças, aproveita para conheceres gente nova e criar laços novos e que quem sabe, durem durante muitos anos.

2. Levar lembranças de Portugal

E se estávamos a falar de amizades no ponto anterior, então agora este faz todo o sentido. Não há melhor maneira de desbloquear amizades. Um pequeno presente típico português, e já tens tema de conversa e passas por uma pessoa super simpática, começando logo a marcar pontos.

3. Poupar dinheiro

A última coisa que vamos querer é chegar ao destino e estarmos com mega restrições de budget. Claro que não é preciso ir a nadar em dinheiro, mas se conseguirmos ir mais confortáveis a nível financeiro, podemos secalhar fazer uma ou outra experiência diferente, e retirar ainda mais da experiência e da oportunidade. Isso, e mais jantares foras a conhecer a gastronomia do país!

4. Começa a fazer a mala com antecedência

Não deixes para a última. Vai sempre faltar alguma coisa. À partida não vão ser poucos dias, portanto é chato se deixares alguma coisa importante em Portugal. Para garantir que depois não tens que andar no país destino à procura de um sítio para comprar uma escova de dentes que deixaste em Portugal, certifica-te que vais fazendo a mala com antecedência, assim como uma check-list. Diminuis o risco de gastar dinheiro e poupas uma dor de cabeça.

5. Não ter medo de escolher um sítio fora do “mainstream”

Explora à vontade. Vai para onde tu queres, ou vai para onde tu nunca pensaste sequer ir parar. Escolhe aquilo que sempre quiseste visitar, ou aquilo que te mais vai tirar da zona de conforto. Tu é que sabes, a decisão é tua, mas escolhe bem. Não penses no que é que os outros vão achar do teu destino, pensa onde é que queres ter uma experiência que vai marcar a tua vida.

igor-ovsyannykov-1658726. Pesquisar a cultura, religião hábitos do país de destino

Preparação nunca é demais. Conhecer a cultura e os hábitos é super importante para saberes quais os “Dos” e os “Donts” do país. Assim garantes uma melhor integração, e diminuis o risco de fazer algo que não devias ou de passar por momentos constrangedores.

7. Pesquisar sítios que tens que visitar e experiências que não podes perder

Faz uma check-list daquilo que queres visitar no teu país destino. Obriga-te a ver tudo o que conseguires, até ficares a conhecer a cidade como a palma da tua mão. Quais os museus, quais os bares, quais os monumentos, quais os passeios, quais as paisagens, pesquisa tudo.

8. Aproveitar para ficar um semana extra e conhecer os arredores

Já que estás fora de Portugal, no meio de novos países, aproveita para tentares prolongar a tua estadia em países ou cidades vizinhas. Sítios que secalhar tão cedo não irás conseguir voltar ou visitar. Quem sabe até podes ir com companheiros da AIESEC ou novos amigos.

9. Criar um blog

Não sejas egoísta e partilha a experiência. Cria um blog, ou se não gostares de escrever, vai partilhando a experiência no Instagram. Não tenhas vergonha de fazer inveja aos teus amigos da tua experiência única. Para além disso, é da maneira que os teus pais vão sabendo que está tudo bem contigo.

10. Por fim… Descansar

Vai ser uma experiência em grande e portanto precisas de estar a 200%. Guarda as energias e garante que estás pronto, quer fisicamente, quer psicologicamente, para aproveitar ao máximo a experiência. Tenta parar de fazer o quer que estejas a fazer antes de ir, e aproveitar para descansar ao máximo, porque depois não vais parar!